1ª Festa da Colheita da Soja Livre de Transgênico é realizada na comunidade Fidel Castro, no estado do Paraná

No dia 25 de fevereiro de 2023, a Comunidade Fidel Castro, composta por cerca de 220 famílias Sem Terra, realizou a primeira edição da Festa da Colheita de Soja Livre de Transgênico na cidade do Centenário do Sul, no estado do Paraná. 

O evento iniciou às 9 horas e contou com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Carlos Fávaro, além de outras autoridades locais e estaduais.

A programação do evento incluiu a colheita da soja, visitas ao Centro de Produção de Alimentos Saudáveis Antonio Tavares, encontros com as comunidades locais e participantes e um almoço gratuito, oferecido pelas famílias Sem Terra. O cardápio do almoço contou com diversos pratos, tais como o churrasco, o arroz, a mandioca, as saladas, a farofa e o porco no tacho, todos produzidos e colhidos pelas próprias famílias.

Além do ministro Carlos Fávaro, o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, e a deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, também marcaram presença no evento. 

A festa da colheita foi uma celebração não apenas da colheita da soja livre de transgênico, mas também do trabalho e da dedicação das famílias Sem Terra na produção de alimentos saudáveis e sustentáveis.

Esta iniciativa inovadora e bem-sucedida da Comunidade Fidel Castro pode inspirar outras comunidades e agricultores a investirem em práticas agrícolas sustentáveis e na produção de alimentos livres de transgênicos, promovendo a saúde e o bem-estar da população e do meio ambiente.

Colheita livre de transgênico

A colheita da soja livre de transgênico se refere ao cultivo da soja sem a utilização de sementes geneticamente modificadas. Essa prática tem se tornado cada vez mais comum em países que buscam oferecer uma alimentação mais natural e saudável para a população. 

No Brasil, a produção de soja é uma das atividades agrícolas mais relevantes e representa uma importante fonte de renda para o país. A soja é um produto muito versátil e pode ser utilizada na produção de diversos alimentos, como óleo, leite, queijo, tofu, entre outros. 

Nos últimos anos, cresce o interesse por parte dos consumidores em relação aos alimentos livres de transgênicos. O uso de sementes geneticamente modificadas tem sido alvo de críticas por parte de organizações que defendem uma alimentação mais natural e sustentável. Além disso, há uma preocupação crescente em relação aos impactos ambientais e sociais decorrentes do uso excessivo de agrotóxicos e sementes transgênicas.

A colheita da soja livre de transgênico é uma alternativa para aqueles que buscam uma produção mais sustentável e saudável. Para isso, é necessário utilizar sementes convencionais, que não foram geneticamente modificadas. Essas sementes podem ser encontradas em empresas especializadas em agricultura orgânica e em feiras agroecológicas.

A produção de soja livre de transgênico requer cuidados especiais, como a utilização de técnicas de plantio e manejo que permitam a utilização mínima de agrotóxicos. Além disso, é importante que o cultivo seja realizado em áreas de preservação ambiental, que não coloquem em risco a biodiversidade local.

A colheita da soja livre de transgênico tem se mostrado uma alternativa viável para os produtores rurais que buscam uma forma mais sustentável de cultivar a soja. Além disso, essa prática tem atraído à atenção de consumidores que buscam alimentos mais saudáveis e naturais. 

Embora ainda seja uma prática pouco difundida no Brasil, a colheita da soja livre de transgênico tem um grande potencial de crescimento. É uma alternativa que pode contribuir para o desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável e que valorize a produção local. 

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.