Carlos César Floriano informa a publicação do zoneamento agrícola do milho para 2021/2022

As portarias 159 a 175 com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2021/2022, para o cultivo do milho de 1ª safra foram publicadas no Diário Oficial da União em 9 de junho de 2021. Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX, informa que “cumprir as recomendações do Zarc é obrigatório para o produtor ter acesso aos benefícios do seguro rural e do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro)”.

Nestas portarias as seguintes unidades da federação foram contempladas: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí, Acre, Rondônia, Tocantins, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Vários fatores contribuem para a produtividade do milho, sendo os mais importantes a disponibilidade de água, a interceptação de radiação solar pelo dossel, a eficiência metabólica e de translocação de fotossintatos para os grãos. 

Para a obtenção de boa produtividade, a cultura do milho necessita de precipitação entre 500 a 800 mm de água, bem distribuídos durante o ciclo fenológico; temperatura média diária superior a 15ºC, livres de geadas, temperatura média noturna acima de 12,8ºC e abaixo de 25ºC; temperatura no período próximo e durante o florescimento, entre 15ºC a 30ºC e ausência de déficit hídrico.

Carlos César Floriano desvenda para que serve o Zarc

“O Zarc tem o objetivo de reduzir os riscos relacionados aos problemas climáticos e permite ao produtor identificar a melhor época para plantar”, explica Carlos César Floriano.

O modelo agrometeorológico considera elementos que influenciam diretamente no desenvolvimento da produção agrícola como temperatura, chuvas, umidade relativa do ar, ocorrência de geadas, água disponível nos solos, demanda hídrica das culturas e elementos geográficos (altitude, latitude e longitude). 

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e ainda poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). Além disso, muitos agentes financeiros só liberam o crédito rural para cultivos em áreas zoneadas. 

Aplicativo Plantio Certo é explicado por Carlos César Floriano

O APP ‘Plantio Certo’ é um aplicativo, disponível de forma gratuita para sistemas operacionais Andoid (Google) e iOS (Apple), que auxilia produtores e agentes da cadeia do agronegócio, por meio da disponibilização das informações oficiais do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), numa interface de fácil compreensão. 

Produtores rurais e outros agentes do agronegócio podem acessar por meio de tablets e smartphones, de forma mais prática, as informações oficiais do Zarc, facilitando a orientação quanto aos programas de política agrícola do governo federal. 

A consulta ao Zarc no APP Plantio Certo permite que o usuário receba a indicação das diferentes taxas de riscos (20%, 30% e 40%) de perdas por eventos meteorológicos adversos, atrelados às suas respectivas épocas de plantio, abrangendo 43 culturas e todos os municípios do território nacional.

É possível também acessar as informações de forma mais detalhada, visualizando, em período de tempo próximo, o desenvolvimento da cultura frente às condições climáticas registradas. 

Para as culturas de algodão herbáceo, amendoim, arroz (sequeiro e irrigado), cevada (sequeiro e irrigada), feijão (1ª e 2ª safras), girassol, mamona, milho (1ª e 2ª safras), soja, sorgo e trigo, também são informadas quais cultivares do Registro Nacional de Cultivares (RNC) estão habilitadas no sistema SisZarc, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para fins de zoneamento em cada município. Dessa forma, o Zarc – Plantio Certo se configura numa importante ferramenta de apoio à gestão de riscos e ao planejamento da produção, voltada principalmente aos agentes atuantes na cadeia de crédito e seguro agrícola.

Conforme informações de Carlos César Floriano, “os resultados do Zarc também podem ser consultados e baixados por meio da plataforma ‘Painel de Indicação de Riscos’”, explica. 

O aplicativo móvel Zarc Plantio Certo foi desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas/SP).

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.