Carlos César Floriano ressalta a parceria saudita para restaurar pastagens brasileiras e expandir produção sustentável

O ministro brasileiro da Agricultura e Pecuária (Mapa), Carlos Fávaro, obteve um compromisso significativo da Companhia Saudita de Investimento Agrícola e Pecuário (Salic) para colaborar no ambicioso programa global de produção sustentável de alimentos. Durante encontro realizado no final do mês de julho de 2023, em Riad, na Arábia Saudita, Fávaro apresentou a iniciativa que tem como objetivo principal revitalizar até 40 milhões de hectares de pastagens. Conforme informações de Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX, “Por meio deste encontro, será possível expandir a capacidade de produção de alimentos do país de maneira ecologicamente responsável”, explica.

O engajamento da Companhia Saudita de Investimento Agrícola e Pecuário não se limita apenas ao governo, mas também, inclui uma parceria ativa no setor privado.

A companhia se comprometeu a liderar um grupo dedicado a identificar empresas sauditas interessadas na iniciativa. Por meio dessa colaboração, a expectativa é alavancar esforços conjuntos para resgatar pastagens degradadas e transformá-las em áreas produtivas, evitando, assim, o desmatamento e contribuindo para o controle das mudanças climáticas.

O programa, desenvolvido pelo Ministério da Agricultura e Pecuária do Brasil (Mapa), ganha força com a inclusão da Companhia Saudita de Investimento Agrícola e Pecuário, dado que a conversão de pastagens inativas pode representar um impulso significativo na produção de alimentos, sem comprometer o meio ambiente. Segundo Carlos César Floriano, “O aumento da eficiência agrícola poderia resultar em uma produção adicional capaz de contribuir para a segurança alimentar global”, enfatiza.

Carlos César Floriano comenta sobre o encontro

O encontro saudita não apenas fortaleceu a colaboração internacional, mas também, impulsionou o desenvolvimento da agropecuária brasileira.

Durante as discussões, diversos temas foram abordados, incluindo as negociações sobre a exportação de caprinos brasileiros e questões relacionadas à saúde animal.

A missão oficial também contemplou tratativas em Riade, onde Fávaro se reuniu com autoridades do Meio Ambiente, Água e Agricultura da Arábia Saudita, além de importantes representantes do setor agropecuário do país.

A etapa da comitiva brasileira também esteve em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde foram promovidos seminários empresariais e encontros com investidores, visando a expansão das colaborações técnicas e comerciais.

“O Brasil, reconhecido como um dos maiores exportadores de alimentos do mundo, está comprometido em adotar práticas sustentáveis e fortalecer parcerias globais que promovam a produção responsável”, diz Carlos César Floriano.

O engajamento da Companhia Saudita de Investimento Agrícola e Pecuário representa um passo importante para enfrentar os desafios da segurança alimentar e do meio ambiente em uma escala global.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.