Mangas do Vale do São Francisco: qualidade é garantida em auditoria sul-coreana

Recentemente, representantes do governo da Coreia do Sul fiscalizaram cinco empresas exportadoras de manga localizadas na região do Vale do São Francisco, interior dos estados de Pernambuco e Bahia. 

A fiscalização foi retomada após uma pausa de três anos devido à pandemia de Covid-19. A Delegacia de Controle Federal de Pernambuco (SFA/PE), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), acompanhou a visita de representantes sul-coreanos.

Durante este período, as vendas das mangas da região para o país sul-coreano não foram interrompidas.

Durante este período, foi estabelecida uma parceria entre os dois países que reconheceu o trabalho de fiscalização realizado pelo Departamento de Agricultura por meio do trabalho de fiscais agrícolas federais, responsáveis ​​por garantir a qualidade do produto ao comprador coreano.

Por ano são exportadas 5.000 toneladas da fruta para a Coreia do Sul. As fiscalizações da APQA são feitas apenas no início da safra, não ao longo da safra, como antes da pandemia. 

O objetivo da auditoria realizada pelos representantes sul-coreanos é garantir a qualidade das mangas exportadas para a Coreia do Sul. O governo sul-coreano é conhecido por sua rígida política de controle de produtos agrícolas importados. 

A importância do Vale do São Francisco para a produção de manga

O Vale do São Francisco é uma das regiões mais importantes do Brasil em relação à agricultura, sendo responsável por grande parte da produção de frutas do país. 

Uma das culturas mais importantes da região é a manga, com grande destaque no mercado interno e externo. A plantação de manga no Vale do São Francisco é uma atividade muito valorizada, que tem grande importância para a economia local e nacional.

A região do Vale do São Francisco, localizada entre os estados de Pernambuco e Bahia, apresenta características muito favoráveis para a plantação de manga. O clima semiárido e o solo fértil, com irrigação por meio das águas do Rio São Francisco, criam condições ideais para o cultivo da fruta. 

Além disso, a região conta com uma infraestrutura de logística muito bem desenvolvida, o que facilita o escoamento da produção para outras regiões do país e para o mercado internacional.

A plantação de manga no Vale do São Francisco é feita por pequenos e grandes produtores, que utilizam técnicas avançadas de cultivo para garantir uma produção de alta qualidade. 

A colheita da manga é feita manualmente, com a seleção criteriosa dos frutos para que sejam entregues aos compradores em perfeito estado. Os produtores da região trabalham com uma grande variedade de mangas, desde as mais tradicionais até as mais exóticas, buscando sempre atender às necessidades do mercado.

A produção de manga no Vale do São Francisco tem grande importância para a economia local e nacional. A fruta é exportada para vários países, como Estados Unidos, Canadá, Coreia do Sul e Europa, dentre outros, gerando divisas para o país e para os produtores locais. 

Lavouras de manga gera muitos empregos na região, desde a colheita até a distribuição, movimentando a economia local e contribuindo para o desenvolvimento social da região.

O cultivo de manga no Vale do São Francisco tem sido alvo de investimentos em tecnologia e pesquisa, buscando melhorar a qualidade e a produtividade da fruta. O objetivo é criar novas variedades que se adaptem às condições da região e que possam atender às demandas do mercado interno e externo. 

Os produtores também buscam cada vez mais adotar práticas sustentáveis em suas plantações, visando preservar o meio ambiente e garantir a produção de alimentos de forma mais consciente.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.