Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento disponibiliza cartilhas sobre a Produção Integrada

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento disponibiliza cartilhas sobre a Produção Integrada

A cartilha “Produção Integrada Agropecuária: Rastreabilidade e Alimento Seguro”, destinada especialmente aos agricultores, clientes e acadêmicos, traz elementos sobre os métodos produtivos no meio rural. São seis cartilhas que ilustram o mapeamento dos sistemas de produção, organizando e garantindo a qualidade e sustentabilidade da produção do agronegócio brasileiro em todas as etapas da cadeia produtiva, desde o preparo da propriedade rural até quando os alimentos estão nas mesas dos clientes.

As cartilhas foram divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, na quarta-feira, 31 de agosto de 2022, em uma reunião realizada na cidade de São Paulo, onde foram reunidos agricultores e técnicos.

Cleber Soares, secretário adjunto de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação, afirmou que um dos primordiais desafios é a falta de informação do mercado sobre o que é uma produção integrada e os benefícios deste método produtivo.

“Esta é uma grande oportunidade para conversarmos a respeito deste e outros desafios enfrentados pelos alimentos seguros e rastreáveis, bem como, o potencial econômico, social e ambiental em um contexto de veloz mudança nos padrões de produção, distribuição, consumo e comunicação”, explicou ao site oficial do Mapa. 

Vale lembrar que a adesão à Produção Integrada (PI) não é obrigatória. A participação dos agricultores é voluntária.

Em duas mesas redondas, os agricultores se reuniram aos representantes do setor para debater os temas “Impactos da produção integrada: agregação de valor e ampliação de mercados” e as “Experiências e perspectivas de adesão do produtor rural ao Sistema de Produção Integrada”.

“A PI é uma jornada a partir das necessidades apresentadas pelo setor, com quatro expressões mágicas: sustentabilidade, rastreabilidade, certificação e boas práticas. Isso rendeu muito em diferentes regiões”, afirmou ao site oficial do Mapa, Ana Paula Packer, chefe geral da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Meio Ambiente.

Estiveram presentes nas reuniões a secretária-executiva adjunta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mara Papini; o subsecretário da Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo, Orlando Melo; o presidente da Associação Brasileira de Automação (GS1), João Carlos de Oliveira; e o representante do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, Cel. Paulo Henrique.

Cartilha: quando conhecer, você vai gostar!

As cartilhas abordam a aplicação de tecnologias contemporâneas de cultivo, em concordância com os pré-requisitos da sustentabilidade do meio ambiente, da segurança alimentar, aproveitando de tecnologias como o georreferenciamento e rastreabilidade, podendo ser acessadas diretamente no site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Na cartilha é possível acompanhar os passos para uma produção integrada no plantio da uva, morango, tomate, feijão-comum, maçã e hortaliças folhosas, inflorescências e condimentares. 

Para explicar o funcionamento da Produção Integrada, 15 personagens foram desenvolvidos para trazer os esclarecimentos de maneira fácil e acessível.

A cartilha está dividida em dez pontos: Produção Agrícola Integrada (PI Brasil); Normas Técnicas de Produção Integrada; Organização e Gestão Prioritária; Documentação; Gestão Integrada da Produção; Armazenamento e Preparação de Agrotóxicos, Equipamentos de Proteção Individual, Manuseio e Embalagem de Resíduos; Colheita, Triagem, Embalagem, rotulagem e armazenamento de produtos; amostragem e análise de resíduos de agrotóxicos, microrganismos, etc.; normas técnicas específicas, cadernos de campo e pós-colheita.

As cartilhas podem ser acessadas no seguinte endereço eletrônico:

https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sustentabilidade/producao-integrada/publicacoes

Veja mais notícias em nosso site.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.