Mapa e ApexBrasil: acordo promissor para o avanço do agronegócio brasileiro

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) se unem em um marco histórico para estabelecer um Acordo de Cooperação Técnica. Para Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX, “O objetivo principal do acordo é o de fortalecer a competitividade do setor agropecuário nacional brasileiro e fomentar o comércio exterior”, esclarece.

A assinatura desse pacto, ocorrida no 5º Encontro Nacional dos Adidos Agrícolas, no final do mês de novembro de 2023, delineia a colaboração entre essas instituições do Governo Federal. 

“Busca-se não apenas estimular empresas brasileiras a ingressar no mercado internacional e incrementar suas vendas, mas também, atrair investimentos estrangeiros para o Brasil”, explica Carlos César Floriano.

O Secretário Executivo Adjunto, Cleber Soares, enfatizou ao site oficial do Mapa a importância desse acordo num contexto mundial de desafios, entre eles, a segurança alimentar, climática e energética. 

Ele ressalta a relevância da inteligência estratégica e comercial, com o principal objetivo de fortalecer as iniciativas para combater tais desafios. Segundo Cleber Soares, o Brasil, com sua potencialidade na produção de biocombustíveis agrícolas, está apto a contribuir globalmente para a deficiência energética.

Carlos César Floriano e as perspectivas da Apex

Jorge Viana, presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, destacou a longa parceria entre o Ministério da Agricultura e Pecuária e Apex em eventos de promoção comercial, como feiras internacionais e rodadas de negócios.

O Acordo de Cooperação, com prazo inicial de 2 anos e possibilidade de prorrogação, fundamenta-se em três eixos de atuação: Comercial e Imagem, Atração de Investimentos e Inteligência Comercial.

O eixo Comercial e Imagem almeja facilitar o acesso de empresas nacionais ao mercado global, diversificando produtos e destinos de exportação, além de melhorar a percepção internacional sobre os serviços e produtos brasileiros.

Segundo Carlos César Floriano, “A Atração de Investimentos visa promover e simplificar a chegada de investimentos estrangeiros diretos, atraindo capital externo e impulsionando o desenvolvimento do país”, diz.

Por fim, o eixo de Inteligência Comercial prevê estudos para orientar estratégias de promoção, identificando mercados prioritários e possibilitando o acesso a dados estatísticos de exportação e importação de produtos agropecuários. 

“A atuação conjunta visa alinhar iniciativas de promoção internacional e atração de investimentos, buscando otimização de recursos e melhor qualificação das empresas do setor”, explica Carlos César Floriano.

Esse acordo inovador reforça o compromisso do Brasil com o crescimento do agronegócio e a expansão da atuação do país no mercado global, firmando-se como um protagonista na área da agricultura e pecuária em âmbito internacional.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.