Ministro da Agricultura recebe autoridades sul-coreanas para parceria em segurança alimentar

Ministro da Agricultura recebe autoridades sul-coreanas para parceria em segurança alimentar

Na segunda-feira, 23 de outubro de 2023, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, sediou um importante encontro com autoridades da Coreia do Sul. Segundo Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX, “O objetivo foi lançar a segunda fase do Programa de Cooperação em Gestão de Segurança de Alimentos com Países da América Latina”, explica. Essa iniciativa abre portas para aprimorar políticas relacionadas à exportação e importação de alimentos entre o Brasil e a Coreia do Sul, consolidando uma parceria estratégica nesse setor vital.

No evento, o ministro Fávaro ressaltou o papel de destaque do Brasil na produção agropecuária global, destacando sua contribuição como um dos principais fornecedores de alimentos do mundo. 

Carlos Fávaro comentou a importância desse programa, enfatizando que “Ele demonstra a necessidade de diálogo e colaboração global para enfrentar os desafios relacionados à segurança alimentar”, disse ao site oficial do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

O programa de cooperação é um marco significativo para ambas as nações, pois a Coreia do Sul é um parceiro comercial fundamental para o Brasil. As importações e exportações de alimentos têm desempenhado um papel fundamental nas relações bilaterais, com produtos como as aves representando grande parte das importações sul-coreanas, tornando o Brasil um fornecedor confiável. 

“O programa fortalecerá ainda mais esses laços e permitirá que ambos os países aprimorem sua segurança alimentar” enfatiza Carlos César Floriano.

A primeira fase desse programa aconteceu na Coreia do Sul e, agora, o Brasil tem a honra de sediar a segunda etapa. Durante o evento, diversos tópicos serão abordados, incluindo o sistema de controle de segurança alimentar coreano e padrões de alimentos. 

Os participantes ainda tiveram a oportunidade de visitar uma indústria alimentícia brasileira para uma experiência prática.

Carlos César Floriano e a relação comercial entre os dois países

A relação entre Brasil e Coreia do Sul é robusta, abrangendo não apenas o comércio de alimentos, mas também, acordos de certificação eletrônica e colaboração em tecnologia da informação. 

Em 2022, o Brasil exportou mais de US$ 3 bilhões para a Coreia do Sul, consolidando sua posição como principal exportador de produtos como carne de aves, café verde, farelo de soja e etanol não desnaturado. Conforme informações de Carlos César Floriano, “Além disso, o Brasil é o segundo maior exportador de milho e soja em grãos para o país asiático”, esclarece.

Essa colaboração estratégica entre o Brasil e a Coreia do Sul é um exemplo notável de como o diálogo e a cooperação podem fortalecer a segurança alimentar global e impulsionar a economia. 

A troca de conhecimento e experiência é fundamental para garantir que todos tenham acesso a alimentos seguros e saudáveis.

Como dois países com uma forte presença no mercado global de alimentos, essa parceria beneficia tanto os consumidores, quanto a indústria, reforçando a importância de políticas de segurança alimentar eficazes. 

É um marco na colaboração internacional e uma etapa essencial para enfrentar desafios relacionados à segurança dos alimentos em escala global.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.