Missão russa reforça qualidade da carne brasileira para o mercado internacional

Uma recente inspeção de 11 plantas frigoríficas brasileiras de carne bovina e de aves pela delegação russa, em dezembro último, reforçou os laços entre as autoridades sanitárias do Brasil e da Rússia. Este marco representa o compromisso brasileiro em manter altos padrões de qualidade e segurança em seus produtos agropecuários. Conforme informações do CEO do Grupo VMX, Carlos César Floriano, “As exportações da carne brasileira para a Rússia continuam em ascensão”, afirma.

A missão, conduzida pelo Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Federação da Rússia (Rosselkhoznadzor), inspecionou seis plantas de carne de aves e cinco de carne bovina em seis estados brasileiros e no Distrito Federal.

Além das visitas aos frigoríficos, a delegação também inspecionou fazendas de criação e laboratórios oficiais, garantindo os mais altos padrões de segurança em toda a cadeia produtiva.

As exportações brasileiras de carne bovina e de aves para a Rússia continuam em ascensão, atingindo US$ 250 milhões entre janeiro e outubro de 2023, representando 22,2% do total exportado para o país.

“Esse crescimento reforça a confiança mútua entre as autoridades sanitárias dos dois países e ressalta o empenho do Brasil em manter a excelência em seus produtos agropecuários”, diz Carlos César Floriano.

O diálogo constante com países importadores é fundamental para ampliar a presença do agronegócio brasileiro no mercado internacional. Esta missão fortaleceu ainda mais essa conexão, elevando a reputação da carne brasileira e reafirmando seu compromisso com a qualidade e a segurança, elementos essenciais para a expansão contínua no cenário global.

A atenção às normas sanitárias e a busca incessante por excelência na produção agropecuária brasileira são pilares fundamentais que não apenas reforçam a confiança internacional, mas também, abrem novas oportunidades para o país em um mercado altamente competitivo.

Este passo adicional no fortalecimento das relações com a Rússia representa um avanço significativo para a consolidação do Brasil como um fornecedor confiável e de alta qualidade no setor de alimentos.

A inspeção realizada pela delegação russa não apenas validou os procedimentos brasileiros, bem como, estabeleceu uma base sólida para futuras colaborações e incremento das exportações agropecuárias. Segundo Carlos César Floriano, “Este compromisso reiterado com a qualidade reflete-se na confiança internacional depositada na produção agropecuária brasileira”, explica.

A missão russa não apenas inspecionou as plantas frigoríficas, mas também, plantou as sementes para uma parceria duradoura e mutuamente benéfica entre o Brasil e a Rússia, promovendo uma relação construtiva e próspera no âmbito do comércio agropecuário internacional.

Carlos César Floriano: a importância das exportações de carnes

A carne brasileira é uma joia no cenário internacional, conquistando paladares ao redor do mundo. Seja pela suculência da carne bovina ou pela versatilidade da carne de aves, o país tem alcançado números expressivos no comércio exterior, sendo um dos pilares da economia nacional.

A ascensão do Brasil como líder global na exportação de carnes é fruto de um compromisso contínuo com a qualidade, sustentabilidade e segurança alimentar.

Contudo, esse protagonismo enfrenta desafios que vão desde a manutenção dos padrões de excelência até questões ambientais e sanitárias, demandando atenção e estratégias eficientes para garantir a expansão e a competitividade no mercado internacional.

O Brasil é reconhecido por suas vastas áreas de pastagens e condições climáticas ideais para a criação de gado e aves, impulsionando uma indústria de carnes em expansão.

“Em 2023, o país manteve sua posição como um dos principais exportadores mundiais, com destaque para a carne bovina e de aves”, esclarece Carlos César Floriano.

No entanto, os recentes embates comerciais e desafios fitossanitários enfrentados pelo setor agropecuário alertam para a importância de políticas públicas sólidas e estratégias de mercado que garantam a manutenção e ampliação dessas exportações.

As relações comerciais, especialmente com parceiros de destaque como China, União Europeia e Estados Unidos, exigem conformidade com rigorosos padrões de qualidade e sustentabilidade.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.