Reunião dos Adidos Agrícolas brasileiros é exaltada por Carlos César Floriano

Realizada na última semana de novembro de 2022, o ‘4º Encontro dos Adidos Agrícolas Brasileiros’ foi organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Conforme informações de Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX “A principal meta deste encontro foi a discussão de assuntos técnicos com relação às barreiras ao comércio, promoções comerciais e eventuais ameaças para o agronegócio”, comenta.

Os Adidos ainda irão inter-relacionar-se com as diversas secretarias do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e também com o setor privado, por meio de cerca de 300 consultas a 30 entidades setoriais, e podem orientar sobre como abrir novos negócios e eventuais promoções dos itens do agronegócio do Brasil no exterior.

No início do evento, na segunda-feira, 28 de novembro de 2022, Marcos Montes, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), informou sobre a importância do trabalho do Adido para a abertura do mercado do agronegócio brasileiro. “Nenhum governo pode vencer sem valorizar nossos adidos estrangeiros”, afirmou ao site oficial do seu Ministério, lembrando que, desde o ano de 2019, 235 novos mercados foram abertos para itens do Brasil, sendo 49 deles só no ano de 2022.

Conforme Marcos Montes, as principais dificuldades dos adidos da Agricultura nos anos que virão serão as questões de segurança alimentar e a imagem do Brasil diante aos demais países. “Não adianta produzir mais e bater recordes aqui se nossa imagem no exterior é distorcida por alguns países que não querem ver o Brasil competitivo”, explicou ao site do Mapa.

A reunião também contou com a presença do presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, Augusto Pestana, e do secretário de Assuntos Econômicos e Comerciais do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador Sarquis José Buainain Sarquis.

Carlos César Floriano informa sobre a agenda dos Adidos

Na semana entre os dias 21 a 25 de novembro de 2022, os 32 Adidos agrícolas brasileiros que já estão ou irão trabalhar no exterior estiveram presentes no porto de Santos, no aeroporto de Guarulhos, na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e empresas com exemplos de sistemas sustentáveis de produção na cidade de Lins, no interior do estado de São Paulo.

A programação começou na cidade de Lins (SP), onde os Adidos visitaram uma unidade produtiva fiscalizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, considerada exemplo de economia circular.

Na quarta-feira, 23 de novembro de 2022, eles participaram da palestra do auditor fiscal agropecuário responsável pela Vigilância Agropecuária (Vigiagro) no Porto de Santos (SP). A comitiva teve a oportunidade de acompanhar o funcionamento de um terminal de grãos e de um terminal de contêineres e ouvir as explicações das empresas responsáveis ​​sobre os investimentos do porto e o volume de carga operacional. Eles também visitaram dois laboratórios do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: um que analisa produtos de origem animal e outro que analisa produtos de origem vegetal.

Os Adidos percorreram, na quinta-feira, 24 de novembro de 2022, os terminais de cargas e passageiros do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), considerado o maior aeroporto do país, após ouvir uma apresentação de Sandra Kunieda, chefe do Vigiagro.

A fiscal apresentou ao grupo os materiais técnicos de importação e exportação, exibiu detalhadamente a situação da fiscalização in loco e aproveitou para dar sugestões sobre os pontos de atenção de outros países exportadores de produtos para o Brasil.

Um exemplo é a colocação de material reprodutivo animal em tanques de nitrogênio. Segundo Sandra, a legislação exige que esses tanques sejam lacrados quando chegam ao destino. “Tem que ser um lacre inquebrável, de preferência de metal. Se recebermos o lacre quebrado, não temos como liberar”, explicou aos Adidos.

*Utilizamos imagens de livre exposição e bancos contratados, mas caso alguma imagem ou texto tenha direitos autorais, entre em contato conosco que removeremos imediatamente.